Corujinhas.com

Onde a amizade noturna acontece


    * A máscara do amor - Cap 1 - O baile de máscaras

    Compartilhe
    avatar
    Admin
    Admin

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 28/01/2010
    Idade : 35
    Localização : Interior de Sampa

    * A máscara do amor - Cap 1 - O baile de máscaras

    Mensagem  Admin em Qui Jan 28, 2010 1:36 pm

    CAPITULO 1 – O BAILE DE MÁSCARAS

    POV - BELLA

    - O que estou fazendo aqui?
    Essa frase não saia da minha cabeça. Por horas martelava a possibilidade de sair igual a uma fugitiva pela janela, afinal como deixei me levar pelas loucuras de Alice?
    Agora aqui estou eu pronta esperando a “bagunça” (lê-se festa de aniversário) começar. Acho que não terei alternativa. Ainda mais com a Alice tomando conta de tudo.

    - Bella já se arrumou? – Uma Alice eufórica me perguntava do outro lado da porta do quarto. Será que é só pronunciar o nome dela que ela aparece?
    - Sim Alice, mais me dê apenas 5 minutos, logo descerei... Ou não – Falei essa última parte mais pra mim.
    Corre Bellinha ou vai ser entregue aos leões. Hei, desde quando eu ouço a voz da razão? – Sorri imaginando – Sei que se eu fizer isso ela me arranha a face com arame farpado e joga álcool em gel. -Alice dá medo às vezes.

    Bom, hoje é 15 de fevereiro, meu 17º aniversario e como é meu último ano na escola secundária aqui de Forks, Alice sugeriu comemorarmos em grande estilo UM BAILE DE MASCARAS/FANTASIAS. (esta é a bagunça que espero começar).
    Ela e seu irmão Edward são meus melhores amigos, amo os dois demais, Alice é da minha idade somos amigas desde que me conheço por gente, ela é gentil, divertida, é uma baixinha espevitada, cabelo curto espetadinho enfim parece uma fadinha. – A primeira vista, porque a segunda olhada...

    Edward é mais velho que nós um ano, este será seu primeiro ano na faculdade, está super empolgado e nossos pais então nem se fala, pois ele resolveu seguir os passos deles. Ed é lindo isso é um fato incontestável, as meninas aqui de Forks morrem por ele, que se mostra sempre muito reservado quanto a seus relacionamentos, juro que se tem alguém esconde até de mim. Ed mais parece um Deus grego, cabelos cor de bronze, olhos verdes como os de Alice, um corpo de dar inveja a qualquer um e acima de tudo o mais importante, é um verdadeiro cavalheiro. Carlisle e Esme com certeza criaram muito bem esses dois. *risos*

    Vamos às apresentações não é mesmo? Carlisle e Esme são amigos dos meus pais Charlie e Renée, mais que isso, quase irmãos, desde que a sociedade no escritório de advocacia começou há anos atrás nunca os vi brigar, sequer discutir. O trabalho de nossos pais apenas nos uniu mais, fez com que contássemos sempre mais e mais uns com os outros. Mais sei que eles verdadeiramente nos amam.

    Eles também adoraram a idéia do baile de mascaras, minha mãe vive dizendo que preciso encontrar meu grande amor, ela me acha triste sozinha, mais na verdade, estou sozinha porque o que quero mesmo é curtir a vida, antes de me amarrar a alguém.

    Já Alice esta encontrou seu grande amor há quase um ano, foi quando Rosalie Hale namorada do meu irmão nos apresentou seu irmão Jasper. Segundo minha fadinha fora amor à primeira vista.
    Confesso que fiquei feliz por ela, se tinha alguém que merecesse ser feliz, esse alguém era Alice.

    Meu irmão está quase terminando seu curso de advocacia, ano que vem já estará com eles no escritório. Emmett é o melhor irmão do mundo, está sempre comigo e me dá o apoio necessário mesmo quando acha minhas idéias insanas. Como se ele mesmo não as tivesse às vezes.

    Ele é muito forte todo musculoso, é lindo, afinal beleza é de família... (*risos*) E seu humor anima a qualquer um e em qualquer canto, ele está sempre fazendo todos a sua volta sorrir.

    Quando ele se apaixonou por Rosalie e foi correspondido fiquei muito feliz por ele, ela é a típica linda e loira, sua bondade encantou a todos, e sabe o que é melhor, ela o faz feliz...

    Posso garantir que também sou feliz, tenho ao meu lado pessoas que amo de verdade, e que me amam acima de tudo.

    Mais sinceramente ainda não estou preparada para a festa que está rolando lá embaixo...

    E é com esses pensamentos que me encontro agora em pé na porta do meu quarto, lutando para abrir e encarar os holofotes ou pular a janela e sair correndo – Essa não é uma má idéia... (já mencionei que odeio ser o centro das atenções?)

    - Alice não merece sofrer assim – pensei alto, e sorrindo sai pela porta rumo ao dia que mudaria minha vida pra sempre. Eu só não tinha consciência disso.

    - Bella até que enfim você saiu desse quarto, achei que não queria curtir sua festa...

    - Confesso que queria fugir pela janela Alice, mais não creio que conseguiria fazer isso com você – sorri gentilmente.

    - Bella você está linda fantasiada de Bela, basta procurar a sua fera hoje – Alice tinha um sorriso suspeito nos lábios. – Sim Alice me convenceu a vestir de Bela de a Bela e a Fera, disse que combinava com o tema e a festa, alem de combinar com meu nome.

    Em pé na escadaria que dava para a festa eu corri os olhos nos convidados na esperança de encontrar meus amigos, neste instante constatei o óbvio:

    - Será uma longa noite...

    POV – Edward.

    - Alice tem certeza que isso vai dar certo? Não sei onde eu estava com a cabeça quando aceitei sua ajuda. – falei com a máscara na mão, meu nervosismo era evidente.

    - Edward, prefere passar a vida sem dizer a Bella o que você sente?

    - Não Alice, medo maior é a ouvir dizer que sou apenas um bom amigo.

    - Então irmãozinho, hora de ir à luta.
    E aqui estou eu no meio da festa sem nem ao menos dizer uma palavra, imagine se me reconhecem? Emmett cairia matando em cima de mim. Aquele bisonho arrasaria minha vida social até o fim dos tempos.

    E quando olhei para a escadaria, lá estava ela. Bella...

    Linda em um vestido de princesa amarelo e seus cabelos presos em um coque fofo, com fios caindo por seu rosto, uma pequena coroa completava seu visual simplesmente divino, sem maquiagem forte apenas uma para destacar o que Deus lhe dera de bom grado, a BELA, perfeita e confiante e eu a FERA imponente porem perdido com os encantos de alguém tão próximo e tão longe, pensei em correr até lá, afinal eu tinha a vista o pilar onde se concentrava toda minha vida e todo o meu desejo, porém alguém estava no pé da escadaria a esperando... JACOB BLACK.

    - Ele não te merece Bella. – sibilei.

    Sabia que ele não a amava, ele gritava aos sete ventos que Leah ainda seria sua, portanto mesmo que ficasse com Bella apenas a queria para acalentar seu ego, afinal Bella é a única que não caiu em suas cantadas baratas e sem noção.

    Olhei outra vez para Black, espere, ele está fantasiado de que? Aladim? Tudo a ver com a fantasia dela. Sorri ironizando a cena que via...

    E então por um instante vi minha chance escapar, ela o olhava, com certeza iria ao seu encontro.

    - Jura que vai o deixar ganhar ela sem se esforçar FERA?
    Olhei assustado e vi um Jasper. O que? Peter Pan? Alice deve ter feito uma chantagem emocional muito boa com ele... Tenho dó dele, deve passar um cortado na mão dela... bruuuu

    -Jasper? – Falei assustado – Er.. Eu, é que... argh Jass eu mato Alice.

    - Calma Ed, percebi sua indecisão e vim dizer que pode contar comigo, estou do seu lado, vocês merecem ser feliz.

    - Estamos – disse Alice já abraçada Jasper e dando gritinhos como uma louca.

    - Ele está à espera dela – Falei desanimado e com um olhar triste, por Deus como um sentimento podia doer tanto.

    - Mais você me tem irmãozinho, - Ah com certeza Alice havia aprontado algo, reconheceria esse sorriso até no escuro - chega lá perto que verá o que vai acontecer - Continuou.

    Meu corpo não pensou duas vezes, e caminhei até a escada, quando me aproximei começou a tocar o tema de A BELA E A FERA. – Deve estar se perguntando como eu sabia que era o tema do desenho não é? Bom quando se tem uma irmã como Alice, ou você assiste o que ela quer ou agüenta a pressão psicológica, sem contar que, quando menores ela nos fez reproduzir algumas cenas para uma apresentação de natal, morro só de me lembrar daquela peça teatral dirigida por Alice.

    - Essa Alice, sempre pensando em tudo – Isso eu não podia negar, e com esse contrate de pensamentos, ri agradecendo aos céus pela ajuda de minha irmãzinha.
    E vendo Bella descer aos poucos a escadaria me encheu de coragem e enquanto Black esperava aos pés da mesma eu segui até o meio. Interceptando antes que ela o alcançasse.

    Hoje ela seria minha, meu amor, minha Bella.

    POV – BELLA

    Entre os convidados todos devidamente fantasiados e mascarados, era difícil reconhecer alguém.
    Em uma mesa próxima ao bar pude encontrar meus pais e alguns conhecidos, com certeza essa noite eles colocariam o papo em dia.
    Analisando melhor o local fiquei pensando como Alice em tão pouco tempo mudara minha casa a ponto de parecer um verdadeiro salão de festas. Ela tinha um dom fantástico para organizar eventos, mais uma coisa era fato, nada com Alice era apenas um encontro entre amigos, qualquer chá da tarde se transformava em um evento social.

    Mais onde estão meus amigos? Acho que terei que descer e encontrar o pessoal.
    Enquanto descia, fazia um esforço tremendo para não tropeçar e cair escada abaixo – Sempre tem um engraçadinho filmando e querendo colocar o mico no mundo da internet, por Deus se eu filmasse tudo o que me acontece dava pra fazer um documentário chamado: MIL E UMA MANEIRAS DE TROPEÇAR NOS PRÓPRIOS PÉS.

    Pude ver o Jake, ele estava lindo mais espere do que ele estava fantasiado? Ow my de Aladim? Só o Jake mesmo, sempre querendo exibir seus músculos.
    Jake é meu amigo há anos, houve um tempo em que achei que estava me interessando por ele, mais foi apenas uma paixonite, hoje porem parece que ele estava me esperando, Como foi o único que eu identifiquei, segui ao seu encontro.

    Espere que música é essa? Ah mais é certeza que tem o dedo de Alice nessa historia.
    Começou a tocar a música (inserir musica tema de A BELA E A FERA) e um homem veio ao meu encontro, trajando roupas de um estilo época com certeza eram as vestimentas da FERA. Humm seria ele a minha fera? Calma Bela se controla a festa está apenas começando. Isso que dá ficar ouvindo Renée e seu romantismo.

    Alice contratou alguém! Só pode ser isso explicaria o sorrisinho que ela dera no meu quarto.
    Entrando na brincadeira dei um sorriso e quando ele me estendeu a mão, aceitei.

    Suas mãos eram macias e delicadas, me sentia protegida. Que estranho Bella, se derretendo para um desconhecido? Se comporte mulher.
    Era como se ele estivesse ali desde sempre. Como se fosse mais real do que fantasia, me conhecesse, me entendesse, estranho, mais eu não queria e não conseguia me desconectar de seus olhos. Verdes? Olhos verdes, olhos verdes, por Deus, não havia reparado em quantos caras de olhos verdes eu conhecia até o presente momento.
    ELE me conduziu para o centro da festa e tive que coloca-lo a par da minha real condição deprimente.

    - Ah não, por favor, eu não sei dançar – admiti com receio. Porque eu não fiz aquelas aulas com a Renée?

    E com uma voz rouca que soou incrivelmente sexy e familiar ele me disse:

    - Não se preocupe, eu a conduzirei, confia em mim Bella? Com um sorriso desses? Confio até a alma queridinho! E como se perdesse o chão apenas assenti com a cabeça.

    E ali, curtindo cada segundo e irrevogavelmente entregue a um desconhecido, me deixei conduzir. Ele dançou comigo maravilhosamente, juro, nunca imaginei que eu sabia dançar daquele jeito.

    Quando menos esperava, após um breve rodopio ele me segurou com mais firmeza, encostou-me em seu corpo, pude sentir seu peito másculo e nada fiz senão recostar nele, sentindo seu perfume e deliciando daquele cheiro que me pareceu mais uma vez incrivelmente familiar.

    - Será que te conheço minha Fera? – Aquele silêncio não era ruim, mais como não perguntar mais sobre alguém que conseguira mudar em uma dança meu conceito de futuro?

    - Com certeza. – respondeu- me – Monossílabo, sério, uma bela postura, olhos penetrantes, aquelas palavras e aquela voz rouca, da onde eu o conhecia?Precisava essa roupa ter uma cabeleira falsa dessas? Precisava deixar apenas olhos e lábios de fora?

    Sua mascara tampava seu rosto deixando apenas sua boca à mostra.
    Onde eu já havia visto aqueles lábios? – Pronto agora pirei mesmo, to querendo achar alguém só pelos lábios.

    Hei e porque eu estava assim tão encantada por alguém que eu nem ao menos sabia quem era?

    Quando a musica acabou ele me puxou pra mais perto de si, como se isso ainda fosse possível, sem pedir licença, sem cerimônia, encostou seus lábios nos meus. *morri aqui*

    Um beijo doce, suave, parecendo ter tanto amor – AMOR? - como um beijo com um desconhecido me proporcionava um prazer desses e sensações tão inesperadas? Um beijo sem urgência, como se não existisse nada e ninguém a nossa volta. Perdi o chão, a razão, eu não queria pensar em quem pudesse ver ou dizer algo. Só era necessário apreciar.
    Sentia-me uma boneca de porcelana em seus braços, ele me segurava firme, porém, gentil, como se eu fosse quebrável e me beijava doce como se aquele beijo nunca mais fosse acontecer. Meu corpo correspondeu ao beijo arrepiando-me toda.

    Antes que eu pudesse aprofundar o beijo, senti um braço forte me puxar, arrancando-me do mais doce dos sonhos, do mais sublime dos acontecimentos.
    MAIS QUE PORRA É ESSA??????Pensei exasperada.

    - Jake? Falei parecendo desesperada pela perca daquele sabor em meus lábios.

    - Acho que já monopolizou demais a aniversariante não acha FERA? – Sibilou.
    ESPERA ISSO NÃO TERIA QUE SER EU A DECIDIR? SERÁ QUE JAKE AINDA VE QUE EU ESTOU AQUI?

    E antes que eu pudesse contestar ele me tirava dos braços da minha FERA, tanto a dizer, a perguntar. Quem era o ser que trazido pelos deuses me ajudara a reconhecer o mais sublime dos sentimentos, o AMOR. Ok, pode me chamar de louca, mais nunca alguém me proporcionaria algo tão forte e tão lindo novamente ao menos que fosse, é claro, a minha fera.

    E eu o via sumir em meio à multidão, enquanto eu ficava a mercê dos convidados e de Jake, que por sinal ainda está vivo porque com essa porra de vestido eu não consigo nem respirar.

    POV – EDWARD.

    - Não acredito que deixou Jake levar ela de você assim? – me disse Alice fazendo beicinho.
    - Alice, eu não posso estragar a festa de Bella, e ele está certo, não posso monopolizá-la, e onde eu estava com a cabeça beijando-a no meio de sua festa? Eu não tinha o direito de expor Bella dessa maneira, mais confesso que faria tudo outra vez.

    - Estava com a cabeça em como conquistá-la. Não acredito que desistirá?

    - Calma Alice, se eu não havia desistido antes, imagina agora depois de provar seus lábios.

    E não desistiria, não mesmo. Se pelo menos aquele Jake insuportável Black não tivesse aparecido, tenho certeza que teria coragem e me declarado.

    - Mais por hora Alice, vou me trocar para que eu possa aproveitar o restante da festa.

    - Ok irmãozinho esperamos por você.

    Fui para onde minha fantasia estava e voltei como o fantasma da ópera.

    Quando voltei pude perceber uma movimentação em torno de Bella todos queria cumprimentar a aniversariante.

    - Voltei Alice perdi alguma coisa?

    - Não maninho depois de você ter roubado a cena com Bella nada mais além do normal aconteceu.
    ¬- Vou lá cumprimentá-la, afinal acabei de chegar não é? Bom, pelo menos é isso que imagina Bella.

    Sai em direção a Bella e vi que o Jake não estava a cercando mais. Hora de ser o melhor amigo.


    POV – BELLA

    Enquanto muitos me cumprimentavam tentei ver novamente minha FERA, mais não o encontrei em lugar nenhum.

    - Como ele ousou me beijar e sumir? Ops, acho que pensei alto, mais poxa nem ao menos me disse seu nome.

    Estou me sentindo o príncipe que deixou a Cinderela partir, tive que rir com meu pensamento, ele poderia ao menos ter deixado o sapatinho... (risos)

    - Posso desejar os parabéns a aniversariante? Um frio percorreu meu corpo e por um instante imaginei ser minha fera.

    Vir-me-ei lentamente na esperança dele ter decidido vir falar comigo e revelar-se:

    - EDWARD!

    - Wow, que foi Bells parece decepcionada?

    - Não Ed. Imagine amigo, desculpa, confundi sua voz com outra pessoa acredita?

    - Espero que seja com alguém tão bonito quanto eu.

    - Claro Ed. (Nossa! Se por trás da mascara ele for tão bonito quanto o Ed eu já ganhei meu dia.) Mais hei amigo você tem passe livre para dar os cumprimentos a aniversariante, principalmente se conseguir me livrar dessa multidão... Ri para meu melhor amigo.

    E antes que eu conseguisse piscar Ed me arrastou da multidão, fazendo exatamente o que eu gostaria que minha Fera tivesse feito.

    - Onde está Alice? – pensei naquela baixinha se agarrando com Jasper em qualquer canto escuro.

    - Próximo ao bar, vamos até lá?

    - Sim, por favor, mais confesso que a imaginei atracada com o Jass por ai. {risos}
    Antes mesmo de chegar ao bar pude ver a alegria de minha fadinha preferida, Alice.

    - Bella, está gostando amiga?

    - Claro Alice! Você sempre faz um ótimo trabalho.

    - Bella quem era a sua FERA? – Perguntou Alice ainda com um sorriso malicioso.

    - Achei que você me responderia Alice.

    - Ao menos falou com ele? – curiosa essa Alice não acham?

    - Sim mais nada que me ajude a identificar quem era Alice, acho que ele me desconsertou com o beijo porque cheguei a confundir a voz dele com a do Edward. – sorri olhando pro Ed.

    - Não sei quem é amiga. – Não sei por que mais sentia que ela estava me escondendo alguma coisa, aquele sorriso abafado a condenava.

    Será que o Ed o conhece? – pensei.

    - Ed, viu alguém vestido de FERA por ai?

    - Não vi Bella, porque o interesse? Esperando por alguém? – Espera aquilo no rosto dele era um sorriso malicioso? Bella você realmente está pirando ou todos estão te zoando... FATO.
    - Não, na verdade já dancei com ele, falei jurando desdenhá-lo, está vendo Ed, se não tivesse chego atrasado teria me visto dançando com o futuro pai dos meus filhos. - Sorri com o que disse afinal eu não sabia nem quem ele era, e se eu realmente o queria teria que me empenhar. (mais não agüentei, eu tinha que falar da minha fera para o meu amigo)

    - Ed se o vir traga o até mim, por favor, por favor, por favor. – patético mais sim eu implorei.
    - Verei o que posso fazer Bella. – Ed não parecia querer me ajudar.

    - Ed é serio, não zombe de mim, me senti nas nuvens com alguém que eu nem sei quem é.
    - Não tem medo de se decepcionar doce? – Sim babem, ele me chama de doce, não é meigo, Ed sempre foi carinhoso comigo.
    - Se ele for tão intenso como foi quando me aconchegou em seus braços, e carinhoso como foi ao me beijar, Ed com esse eu até casava. Sorri!

    - Fico feliz por você Bella, sabe que desejo a você só felicidades. - Isso eu não tinha dúvidas.

    - Sei sim Ed, sabe que te amo com se fosse meu irmão não sabe?

    - Claro. – Saiu como um murmúrio mais resolveu ignorar este assunto, e falando em irmão...

    - E Emmet? Onde está? Alguém sabe dele?

    - Adivinha Bella? – Sorri, já imaginava que maninho e Rosálie estavam provavelmente se agarrando em algum canto, ao contrario de Jasper, Emmett não perdia tempo.
    Tentando me distrair daquele cheiro que parecia ainda estar no ar comecei a curtir a festa com meus amigos.

    Confesso, Alice sabia o que estava fazendo, foi à melhor festa que já tive, e quando pensei que estava quase me entregando ao cansaço vi Ed chegar mais perto para me falar algo e um cheiro familiar inundou meu ser, sem pensar perguntei:

    - Ed, você tem certeza que não conhece e nem cumprimentou meu mascarado? – Ele deu seu famoso sorriso torto e me respondeu.

    - Não Bella por quê?

    - Desculpe Ed, acho que já estou alta, poderia jurar que senti o cheiro dele em você. – Ed apenas sorriu.

    - Humm será que minha maninha ficou encantada? Emm falou logo atrás de mim.

    - Ah Emm não enche, acho que já bebi demais, é isso, vou me retirar, já são quase cinco, duvido que alguém sinta a minha falta.

    E com os pensamentos em minha FERA, me retirei de fininho da festa e segui para o meu quarto. Só uma coisa vinha a minha mente, preciso vê-lo outra vez...

    POV – EDWARD

    Sentia-me um covarde, não acredito que não tive coragem, porque eu não disse que o conhecia, ou melhor, que eu era a sua FERA?

    Meu coração realmente pareceu sair pela boca quando percebi que ela reconheceu minha voz e quando sentiu meu cheiro então, perdi a chance única de contar a verdade, fora que eu nem dancei com ela direito com medo de me reconhecer. – medo Edward ah fala sério!
    Despedi-me do pessoal, sem ela a festa não tinha sentido, entrei no meu Volvo e fui para casa. (sim adoro carros exóticos, mais quem não gosta não é mesmo?)
    Quase seis da manhã, e eu ainda pensava no beijo que por fim tive coragem de dar em Bella. – Ao menos isso né covarde.

    Mais uma coisa eu tinha em mente, conquistaria Bella, nem que fosse a ultima coisa que eu faria. E pensando nela e em seu beijo carinhoso e doce, adormeci...

    Acordei com meu celular tocando desesperado, ainda com os olhos fechados e sem noção de que horas eram o atendi:

    - Alô. - do outro lado a voz que eu gostaria de acordar todos os dias com ela em meus ouvidos.

    - Bom dia Ed.

    - Bella – com certeza nessa hora eu despertei.

    - Sim Ed, te acordei?

    - Na verdade sim, mais não tem problema.

    Neste momento olhei para o meu relógio e constatei que eram 14h22min. – Nossa como eu dormi!

    - Desculpe Ed, não foi minha intenção.

    - Imagina Bella, sua voz é como música para os meus ouvidos – Se eu a queria, tinha que ser ao menos romântico.

    - Humm inspirado hoje em Ed. Conheceu alguém ontem é?

    - Na verdade sim Bella, alguém encantadoramente linda e amável. – Agora ela entende que é ela!

    - Edward Cullen apaixonado? Que lindo amigo, ao menos alguém teve sorte ontem. – Putz, ela não entendeu.

    - Não viu mais seu misterioso? – Não agüentei tive que perguntar.

    - Não, mais tenho um bom palpite de quem seja. – Juro que meu coração pareceu querer sair pela boca.

    - E quem seria?

    - Faz assim, o pessoal vem aqui em casa pra gente curtir essa tarde na sala de jogos, já que o tempo aqui em Forks é sempre o mesmo. Já falei com Alice e ela está toda animada.

    - E quando ela não está Bella? - Tive que rir, Alice é sempre exageradamente animada, não tinha como negar.

    - Ok Bells, vou só tomar um banho e passo aí sim.

    - Certinho Ed, te espero então...

    - Tchauzinho Amore.

    - Tchau doce. – Ela e essa mania de chamar a todos de amore, se ao menos ela soubesse que o que eu queria mesmo era ser o seu amor.

    Será que Alice tem alguma coisa a ver com essa tarde de jogos heim?A mais se Alice disse algo a ela eu juro que não suportaria, mais pensando bem Bella é péssima mentirosa, se soubesse de algo não conseguiria disfarçar, e meu Deus qual será o palpite dela?

    Tomei um banho afinal precisava despertar ainda de toalha em frente ao espelho do closet, apenas pensava em me vestir para agradar Bella. – Cara, eu devo estar ficando louco.
    Vesti-me com uma calça jeans e uma blusa preta que Bella adorada, deixei meus cabelos desarrumados com sempre e desci.

    Na cozinha encontrei minha mãe Esme.

    - Bom dia mãe!

    - Bom dia querido! - Com certeza eu sentiria falta da minha mãe na faculdade. – Ué! Preciso de mimos ok!

    Peguei uma maçã e avisei que iria para a casa de Bella encontrar o pessoal, Alice tinha dormido lá por conta da festa e de Jasper é claro, aquela danadinha.
    E como Bella disse ser uma tarde de jogos, eu já estava bem atrasado.
    Dei um beijo em minha mãe me despedindo e já no meu volvo segui pra casa de Bella.

    Nota da Deah:

    Foi uma grande honra ter betado este capítulo inicial da “A mascara do Amor”... Na verdade... Aíííííí guriassss surteiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!! Primeiro porque a autora é um presente que Deus mandou na minha vida ( amoooovccc amiga pimpolhaaaa do coração) e segundo porque estou parecendo Alice de tão empolgada com o enredo desta fic... Será demais!!!!!Vai bombarrrr!!!!!!!!

    Garanto a vocês que será uma história cheia de romantismo e de comédia também, tenho certeza que vocês vão surtar comigo!!!!!!!!!!!!kkkkkk!!!!!!!

    Então pleaseeeeeeeeeeee!!!!!!!!!! Comentem muitoooooo, vamos deixar a nossa Gra cheia de estímulo pra escrever muitooooooooooo!!!!!!!kkkkk!!!!!!

    Beijinhos especiais pro TDG e pra corujinhas.com... Meninas vocês são fantásticasssss e moram no meu coração!!!!!!!!!!!!!

    Beijinhos no coração...

    Deah


    Nota da Gra:

    Gostaria de agradecer meu Didi, por me dividir com as corujinhas...
    Parabéns amor pelos nossos 2 aninhos de casados hoje 26/01/2010.

    CORUJINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAASSSSSSSSS

    Aqui estou flores, postando as loucuras desta Corujinha TDG.
    Sabem que gostaria de agradecer a todas, afinal sem vcs não existiria essa fic.

    *Momento Coruja*

    Quero agradecer demais as TDG Forever, Deah e Teh, vcs foram meu presente de Deus, sem vocês eu jamais teria momentos de sanidade. Foram as minhas primeiras fics lidas e jamais imaginei que com vcs eu saberia como é ser uma irmã virtual. E minha beta lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa DEAH, desculpe te “apurrinhar” tanto amiga.
    Gica, vc é nossa Coruja Mor, se não fosse vc o clube das corujinhas, (em breve corujinhas.com * aguardem nosso site meninas, seremos realidade total*) não existiria. Tanks por estar conosco e assim podermos mostrar ao mundo que as corujinhas não são passageiras, tudo o que passamos serviu pra nos deixar mais fortes e unidas.
    Roger, vc é o grande responsável por essa historia, quero dedicá-la a vc, pois se não fosse suas idas de quarta feira lá em casa e me cobrar cada cap. hj eu naum estaria aki.
    KK (minha Cunhamiga, tanks por existir nas madrugadas a corujar comigo)
    Denize (obrigada do fundo do coração por lutar pelo “raxa loka”, vc merece toda minha admiração sempre.)
    Gaby, Bruh (mamãe do ano uhuuulll) July, Dêh Santana, Duda Cullen, Naty Cullen, Shel , Mel, May amo cada uma de vcs, pois as levo no pensamento onde quer que eu vá. Amo por estarem comigo e fazerem parte da minha historia.
    Obrigada pelas noites via msn da vida!!!!!!!!
    Espero ter lembrado de todas, e se não lembrei me cobrem, estarão no próximo.
    COMENTEEEEEEEEEEEEEEEMMMMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!!
    • Preciso saber o que acharam.....rsrsrsrs*

    AMO AMO AMO SEMPRE

    Gra

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 28/01/2010

    kkkk

    Mensagem  Gra em Qui Jan 28, 2010 5:25 pm

    Eu posso dizer que amei???????? Embarassed
    avatar
    Safira di Adamâncio

    Mensagens : 6
    Data de inscrição : 01/02/2010
    Idade : 32
    Localização : Timóteo, MG

    Re: * A máscara do amor - Cap 1 - O baile de máscaras

    Mensagem  Safira di Adamâncio em Ter Fev 02, 2010 1:26 am

    Oi Graa,
    Amei sua fic. Tá maravilhosa.
    Adoro contos de fada, com o Edward de principe (Fera) então é melhor ainda.
    Posta mais logo,me deixou curiosa pra saber dessa tarde na sala de jogos.
    bjim mineiro.
    avatar
    Nanda2010

    Mensagens : 1
    Data de inscrição : 12/03/2011
    Idade : 26
    Localização : Brasil

    muito fofoooooo!!!

    Mensagem  Nanda2010 em Sab Mar 12, 2011 3:00 am

    Preciso dizer que é simplesmente perfeito?!!Acho que não, mas minha vontade é incorporar a Alice e sair gritando e pulando!!! cherry Bjs dessa estranha coruja

    Conteúdo patrocinado

    Re: * A máscara do amor - Cap 1 - O baile de máscaras

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Nov 21, 2018 2:50 pm