Corujinhas.com

Onde a amizade noturna acontece


    Cap 2 - O Beijo e a Fuga

    Compartilhe
    avatar
    Admin
    Admin

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 28/01/2010
    Idade : 35
    Localização : Interior de Sampa

    Cap 2 - O Beijo e a Fuga

    Mensagem  Admin em Qua Fev 03, 2010 3:56 pm

    Capítulo 2 - O beijo e a fuga...


    POV – BELLA


    Assim que os primeiros raios de sol adentraram meu quarto, mesmo com o corpo ainda cansado, alias, me acabei na pista de dança, o que é isso!Parece que eu nunca mais dançaria na vida – risos – abri meus olhos e com as idéias a mil sobre como achar minha fera, decidi ir ao quarto em que Alice dormia. – WOW- hora da revanche!


    Alice sempre que dormia aqui, me acordava pulando em minha cama e alternando entre gritinhos e risadinhas, isso me deixava louca, porém eu nunca consegui acordar antes que ela. Ótima hora de dar a ela do seu próprio remédio. Ainda de pijama atravessei os corredores de casa e fui rumo ao quarto em que ela estava.


    Entrei bem devagar, afinal eu não poderia me dar ao luxo dela acordar e estragar tudo. Alice dormia como se o mundo fosse acabar. Estranha Alice, coberta dos pés a cabeça? Meu Deus ela esta doente! Tenho certeza que ela esta cansada, mais quando eu contar minha idéia vai até esquecer o corpo dolorido.


    Corri para a cama pulando em cima da baixinha, eu dava gritinhos e pulinhos como se a cama fosse um trampolim, foi nessa hora que...


    - Bella você enlouqueceu? – Opa! Desde quando Alice tem uma voz grossa assim? AAAAHH JASPEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEER!

    - Jasper seu depravado! Na minha casa seus tarados! Brinquei né, ou você achou que eu ia me importar da minha amiga aproveitar essa maravilhosa cama king?


    Saí da cama numa velocidade que nem eu sei como consegui.


    - Alice danadinha. Você aproveitou o restinho da noite hein? *risos*


    - Bella pára de ser indiscreta. Alice falava com um sorriso enorme.


    Jasper nem se preocupou, sorrindo se enrolou no lençol e seguiu rumo ao closet.


    - Alice, eu preciso falar com você, mais antes acho melhor vocês se trocarem... *risos*


    - Bellinha me espera na porta, vamos nos trocar e eu já te chamo.


    Mais nunca que eu ia ficar aqui mesmo! O que ela pensou que eu queria ver a cena é?


    Ouvi Jass se despedindo de Alice e logo a porta se abriu.


    - Bells, hum... Desculpe pela cena?


    - Imagina Jass, não tem problema, você é provavelmente o que eu tenho mais próximo de cunhado. E a felicidade de Alice é também minha felicidade, aliás, eu que devo desculpas, entrei sem bater. – Sorri para meu amigo.


    Entrei no quarto toda eufórica e após saber cada detalhe de como fora a noite dos dois comecei a contar meu plano...


    [...]


    - O que acha? Não é perfeito?

    - Bells você não tem idéia de como é perfeito, tenho certeza que sua fera virá!


    E assim Alice como sempre começou a correr para preparar nossa tarde de jogos entre amigos. Aqui em casa tem uma sala de jogos perfeita.


    Meu pai até tentou se opor, mas mamãe vendo minha empolgação não demorou pra entender meu plano de descobrir quem era minha FERA. Adoro minha Reneé, às vezes parece ler meus pensamentos.


    Em pouco tempo eu já havia ligado pra alguns amigos e depois de tudo certo era só esperar. Eu tinha um leve palpite de quem seria minha FERA, afinal o único que não vi na festa foi o James. – Oh my aqueles olhos verdes dele, nunca havia reparado que ele era afim de mim, hei e quem falou que ele é? Pare de surtar senhorita Bella, volta pra realidade que já é tarde...


    Bom, James era meu amigo há muito tempo, será que nutria por mim um amor e não tinha coragem de se revelar?


    Se for isso terá que reverter essa situação Bella, – pensei – afinal ele sempre foi tão gentil e atencioso, só poderia ser ele...


    Confesso que por um instante tinha acreditado ser o Edward, o cheiro dele ontem me fez incrivelmente bem, e olhos verdes ele também tem. Nossa! Só de imaginar meu corpo treme, o Ed é tão lindo que chega a ser falta de educação, tão perfeito. – Bella, pensamentos pervertidos com seu melhor amigo? Minha consciência anda tendo vontade própria - imagina se ele iria se interessar por alguém como eu, magricela e feia.


    Sim eu me acho feia e ainda por cima muito atrapalhada. (* momento depre on *)


    Perdida em meus pensamentos não vi o tempo passar, quando dei por mim já era hora de me arrumar pra receber os amigos, subi tomei um banho, coloquei um vestido rosa, uma rasteirinha nos pés, um gloss pra compor o visual e desci.


    Alice já estava pronta e radiante. Céus como ela consegue essas proezas?

    Mais uma vez ela fizera milagres, a sala de jogos estava simples mais o toque da mesa de frios no canto próximo à lareira estava perfeito.


    Assim pouco a pouco meus amigos foram chegando e nos instalamos na sala de jogos.
    Adoro estar cercada por eles, me faz um bem.


    Quando olho na entrada de casa, eles estavam chegando - É pra me matar né, os dois chegarem juntos – enquanto Ed estacionava seu Volvo, James estacionava sua Kawasaki, já mencionei que adoro motos? Com James em cima então juro fica de tirar o fôlego.


    Que visão!!!!! Devo estar babando agora, devo nada, estou babando - Ed saindo do carro com essa calça jeans e essa camisa preta me tira a concentração. – Eu hein, o que esta acontecendo comigo? Venho pensando demais nesse corpinho amigo! – Deve ser meu desejo oculto dele ser a minha FERA.


    - Bom dia meninos! – falei com entusiasmo.

    - Bom dia Bella – disseram em uníssono.

    - Fico feliz por terem vindo!

    Sem perder tempo entrelacei meus braços ao deles - ficar no meio de dois deuses assim aumenta qualquer auto-estima - e adentramos ao salão.


    Assim que entramos percebi os olhos de Alice a entregarem, quando o sorriso estampou seu rosto eu tive a certeza, eu estava entre minha FERA, bastava apenas saber qual dos dois.


    Dei um beijinho no rosto de cada um fazendo a tensão do meu corpo aumentar, e caminhei até onde Alice e Rose estavam sentadas.


    - Alice pode me fazer o favor de contar quem é minha FERA? – Ela sabia, eu não tinha mais dúvida não depois que entrei com James e Edward hoje. A reação dela entregara.


    - Não sei do que esta falando Bella! Espera, com um sorriso no rosto outra vez?


    - Eu senti você quase pular de alegria quando James e o seu irmão chegaram, e então, qual dos dois? Vamos Alice, preciso saber. – Pra me atirar em seus braços e viver o meu “felizes para sempre” oras! Tá, não foi o que eu disse, mais eu queria dizer poxa.


    - Bella, eu sei que sua vontade é muita de saber quem é, mas seu coração tem que falar mais alto. Afinal se é mesmo um deles, você convive muito e não havia percebido.


    Eu sabia, meu palpite estava certo, Alice sabia quem era, mais se conheço essa baixinha ela morreria mais não contaria, teria que usar meus dotes para encontrar o dono daqueles lábios saborosos.


    Então mãos a obra. – Ou a caça não é mesmo?


    Resolvi começar com Ed, a conversa fluía mais, afinal ele sempre foi meu amigo.
    Sentei próximo a ele.


    - Ed... Como estão os preparativos pra faculdade? – Ah eu precisava começar de alguma forma não é mesmo?


    - Muito bem Bella, e você como se sente com 17 anos?


    - Muito diferente. – falei com sarcasmo evidente... Afinal nada havia mudado a não ser o fato de ter uma FERA em minha vida agora.


    - Chegou tarde ontem na festa – perguntei;

    - Ah sim tive que resolver uns problemas antes...


    - Ah sim claro! Com isso perdeu minha entrada triunfal sabia?


    - Mais cheguei a tempo de ver você incrivelmente linda! – Senti o sangue ferver em minha face, com certeza eu estava fortemente corada. – Ed nunca havia me elogiado assim com esse tom malicioso na voz, será q eu estava perto de descobrir? Mais o que eu to pensando? Nunca parei pra ver se o Ed me olhava com malicia, imagina se eu iria reparar nele com malicia na voz antes.


    Nesse momento James se aproximou e nos interrompeu.


    - Bella e sua festa? Divertiu-se?


    Pára tudo!!!! Será que isso era um indicio de que ele era minha FERA.
    Juro que se não descobrir logo enlouqueço!



    POV EDWARD.


    Mesmo a contra gosto, quando James apareceu nos interrompendo deixei-os e segui para onde minha irmã e o pessoal estava. Confesso, sempre amei tanto a Bella, que uma coisa é certa nunca iria me opuser a uma decisão dela. Amo Bella que chega a me doer vendo aquela cena.


    Ela ficou horas conversando com ele e o pior, super empolgada, e eu ali analisando a cena, por vezes seguidas eu pensei em levantar e como no passado, duelar, se preciso fosse pelo amor de minha amada, minha Bella. Perdido em devaneios senti meu mundo desabar.


    - James esta beijando Bella? Pensei alto demais.


    - Calma Ed, é só um beijo cara! Disse Emm sem entender meu desespero.


    - Um beijo Emm ele ta sugando a alma dela. OLHA!


    - Hei Ed não vai me dizer que esta com ciúmes da minha irmãzinha?Emm nunca foi muito perceptivo, já Rose...


    - Ed não me diga que você era o homem vestido de FERA?


    - Sim Rose! – Nesse momento até Emm já havia entendido tudo.


    - E porque não faz alguma coisa?


    - Esqueça não tenho o direito de interferir na vida dela, creio que ela já fez sua escolha, inconsciente ela o queria, ela me disse que já tinha um palpite, na verdade eu nunca fui uma opção pra ela. Amo-a tanto que o melhor agora é a deixar viver.


    Sai desolado, e nem me dei ao trabalho de ouvir o que Alice dizia, com certeza estava me chamando de fraco ou coisa assim...


    Ao pegar o meu Volvo eu só pensava em uma coisa. – Não adianta lutar, ela sempre me verá como seu melhor amigo, ou pior, como um irmão. Sentia uma dor dilacerar minha alma, eu nunca havia sentido algo tão forte por alguém, e justo por ela que eu sempre tive por perto. Quando dei por mim, algo molhado e salgado escorriam pelo meu rosto, deixando meu olhar turvo e um nó na minha garganta, essa dor evidente e que eu jamais havia sentido.


    Eu estava chorando! Chorando e por vê-la ser beijada, imagina se eu agüentaria vê-la em braços que não fossem os meus...


    Creio que é hora de partir pra Harvard.



    POV - BELLA


    Quando Edward se afastou comecei a aprofundar minha conversa com James e tentar tirar dele algum vestígio da FERA.


    Após um longo tempo de conversa eu estava quase acreditando que ele era o homem com quem estive ontem, acho que fui descarada demais, pois quando menos esperava James me puxou pela cintura e me beijou... – Bom pelo menos era uma maneira de descobrir se era ele.

    Um beijo urgente, desesperado, uma sede de possuir, incontestavelmente não era o meu amor.


    Quando consegui me soltar de sua urgência vi com minha visão periférica que o carro do Edward se afastava da minha casa. Eu só não sabia que também da minha vida.



    - Alice, o Ed já foi e nem se despediu de mim?


    - É Bella parece que ele esqueceu que tinha algum compromisso.


    - Pára já! Não acha que minha irmãzinha precisa saber?


    - Saber o que Emm? – Eu já estava querendo correr dali e agora segredos?


    - Bella o Ed era o cara de ontem...


    Gargalhei alto com as palavras do meu irmãozinho. – Ele sempre tão engraçadinho.


    - Não pode ser Emm, falei com ele hoje, ele sabia que eu estava super afim do meu mascarado, e ele estava de fantasma da Ópera ontem. Emm você tem cada idéia...


    Virei para Alice e pude ver sua carinha triste olhando pra mim.


    - Alice, por favor, não me diga que... – minha voz falhou.


    - Alice que PORRA é essa? Como isso tudo começou?


    E Alice começou a me contar com detalhes:


    - Bella, há muito tempo o Ed nutre uma paixão por você, praticamente desde quando nos conhecemos, mais o Ed é muito tímido, e como cada vez mais você o via como um irmão ele procurou se calar. Na verdade ele achou que isso era o melhor a fazer por você. Mais garanto Bella, ele a ama de verdade, e se soubesse como estou arrependida.


    - Arrependida do que Alice? Do que você esta falando?



    - A culpa é minha, se eu não tivesse insistido nessa idéia dele se vestir de fera pra tentar se aproximar, ao menos ele não estaria sofrendo agora. Ele sabe da sua vida, sabe da sua vontade enorme de se divertir antes de se amarrar. –Hei tudo bem que eu nunca pensei em me amarrar a ninguém, ainda mais aos 17 anos, mais e aí? Nem que fosse aos 14, se fosse algo forte como estou sentindo, me entregava à paixão de corpo e alma.



    - Sim Alice, mais isso foi antes de tudo o que aconteceu ontem, foram pequenos momentos porem eternos... – Eu sei parece piegas mais tudo se transformou depois de ontem, e olha que eu gostava de alguém que achava nunca ter visto, agora que eu sei que é o Ed, parece que tudo se encaixa, seu cheiro, seu toque, seu beijo. Amor, ele me ama. Foco Bella, agora! Conversei com o Ed ontem, momentos depois de ter dançado com a FERA ele estava lá tinha acabado de chegar e eu disse a ele as emoções que eu senti, ele não me disse nada. E agora sai vendo outro me beijar sem nem expressar o que senti por mim? Será que ele não tem a dignidade de lutar? - Eu estava simplesmente histérica nessa hora, minha voz era um misto de raiva, amor e indignação.



    - Bella ele só fez isso por que acha ser a melhor opção. Ele saiu daqui hoje com a certeza que você gosta do James, sei que foi precipitado da parte dele, mais vocês vão se entender, ele imagina apenas em te deixar feliz, não o culpe. – Alice defendia o irmão.


    - Me desculpe Alice, não consigo entender, ele não devia ter saído assim, eu tenho que pensar, eu sei que amanhã podemos resolver tudo, por hora, eu preciso ir descansar um pouco.


    Fui como uma louca diretamente para o meu quarto, tudo estava muito confuso pra mim.
    Lágrimas escorriam pelo meu rosto sem que nem ao menos entendesse o porquê?


    Se ele me amava porque nunca se pronunciou? E quem era ele pra saber o que era melhor pra mim?


    Passei aquele crepúsculo sem sair do meu quarto.


    Antes da noite dar lugar a madrugada, ouço alguém bater a porta.


    - Filha posso entrar? Disse Reneé

    - Sim mamãe.

    Já dentro do quarto Reneé me olha com carinho e senta-se aos pés da minha cama.


    - Filha, não desceu para jantar, o que houve?


    Vendo em minha mãe uma amiga, e a única que poderia me atender e me ajudar, comecei a desabafar.


    - Mãe já amou alguém sem saber quem era? – Ela daqui a pouco me chamaria de louca.


    - Não Bella, mais porque a pergunta?


    - Mãe se lembra do homem vestido de FERA que me roubou um beijo ontem?
    Reneé sorriu.


    - Sim, tive que conter seu pai, que estava ali vendo sua menininha já crescida.


    - Interessou-se por ele não foi?


    - Até a tarde eu não sabia ao certo o que sentia até mesmo porque eu nem sabia quem ele era mãe.


    - E agora não sabe se corre pros braços ou pra longe do Edward?



    Olhei pra Reneé me perguntando como ela sabia, e como se lesse meus pensamentos ela continuou.



    - Bella, não é de hoje que Esme e eu desconfiamos dos sentimentos dele, percebemos que sua fera saiu ao ver o Jake te puxando e logo depois Edward chegou, juntamos as coisas. Alias Esme disse que reconheceria aquele olhar de fascínio em qualquer lugar.



    - Mãe ele nunca demonstrou nada, nem ao menos malícia no olhar, sempre o vi como meu irmão. – Onde estava esse fascínio que Esme via?



    - Provavelmente por isso ele decidiu amar sozinho. E não se pronunciar conhece o Ed, ele passaria a vida te vendo feliz e sendo apenas seu amigo, mais nunca arriscaria perde-la. – Minha mãe não imaginava o quanto havia me ajudado alguém de fora sempre analisa melhor a situação.



    Falar com minha mãe me aliviou, mamãe era muito sabia e parecia ler o interior das pessoas.


    Cedo eu iria falar com ele, isso era certo, não poderia deixá-lo escapar.


    - Obrigada mamãe, amanha procurarei pelo Ed. Sei que conversando resolveremos tudo.


    Dei um forte abraço em minha mãe e a vi sair pela porta do meu quarto.
    Sem conseguir dormir resolvi enviar um e-mail ao Ed, somente depois disso adormeci na esperança de encontrá-lo quando o sol nascesse. Eu já o amava isso era um fato incontestável.


    POV – ALICE


    Assim que Bella se retirou foi inevitável, nossos amigos percebendo que algo estava errado começaram a se retirar. Vi Emmett conversando com o James, provavelmente contando o que acontecera na festa e por que Bella se retirou daquela maneira.


    James era bonito e inteligente, com certeza compreenderia o que aconteceu.


    Após sairmos da casa de Bella passei com Jasper em um restaurante e jantamos, não queria incomodar a mamãe com jantar quando chegasse a casa.
    Ao chegar não vi o Volvo do meu irmãozinho.



    - Jasper será que o Ed não veio pra casa? – Perguntei já assustada.


    - Calma meu amor, ele pode ter saído com amigos.


    - É você tem razão, acho que estou super protetora com meu irmão.


    Após me despedir devidamente do meu amor, entrei.


    Ao passar pela porta notei mamãe sentada no sofá da sala.


    - Ainda acordada mamãe?


    Quando ela se virou vi seus olhos vermelhos como se tivesse chorado por horas.


    - Mamãe o que houve?


    - Apenas amor de mãe Alice, a gente nunca admite que vocês cresceram. – Essa era a voz do meu pai descendo as escadas.


    - Não entendo papai, ainda não compreendo porque o choro.


    - Seu irmão foi pra Massachussets hoje a tarde, já deve ter chego ao campus de Harvard.


    - Como? – Não consegui similar ao certo o que meu pai dizia então meu irmão já havia ido pra faculdade?


    - Pai, falta alguns dias pras aulas começarem.


    - Sim, mais ele achou melhor se instalar uns dias antes e ir se adaptando.


    - Não pai, o Edward fugiu! Fugiu dele mesmo, eu não acredito que ele fez isso comigo, saiu sem nem me dar um tchau. – Vendo que meus pais não estavam entendendo nada resolvi contar-lhes o que estava acontecendo.


    - Ele fez a escolha dele minha filha, temos que simplesmente apoiá-lo.



    Eu entendia o que meu pai queria dizer, mais não compreendia o porquê do Ed fugir assim. Sei que pra ele era como se Bella tivesse tomado sua decisão e tal, mas poxa ele nem tinha essa certeza e pior ele nem se declarou, esse não podia ser meu irmão.


    - Vou falar com ele pai, preciso entender o porquê, apenas isso...


    Despedi-me dos meus pais e subi para o meu quarto. Precisava ligar pro Edward.



    PDV – EDWARD


    Já estava devidamente instalado no campus da faculdade e estava procurando algum lugar pra jantar. Eu me sentia um covarde, isso eu não podia negar. Mais se eu continuasse em Forks poderia estragar a vida da minha Bella e ainda por cima não suportaria vê-la com o James. Quem sabe este ano de faculdade me deixaria sem a inibição necessária para ser um homem mais corajoso e lutar pelo que amo.


    Perdido em meus pensamentos sinto meu telefone vibrar no meu bolso, não precisava nem olhar pra saber quem era.


    - Boa noite Alice.


    - Boa noite o escambal – é ela estava possessa comigo por não ter me despedido – como pode fugir assim Ed.


    - Alice entenda, eu não fugi, apenas vim uma semana antes pro Campus. – É Edward você ta mentindo muito mal.


    - Ah Ed, me poupe vai, comigo não adianta mentir. – Alice me dá medo tem horas, como ela leu minha mente? - Você nem esperou pra saber o que houve.


    - Pois vou te contar o que houve Alice, Bella esta com alguém e eu não iria atrapalhar isso.


    - Não Ed, você realmente não sabe o que houve, e sabe porque ? Porque se acovardou e perdeu a mulher da sua vida, deixando a aqui a mercê dos gaviões, até mais irmãozinho nos vemos nas férias de verão.


    - Alice é que eu... – em vão, Alice havia desligado o celular, deixando aquelas palavras ecoarem em minha cabeça por todo o jantar. – Hei, ela estava realmente possessa.


    Quando cheguei ao meu quarto resolvi responder alguns e-mails e enviar um para Alice, ela merecia uma explicação plausível.


    Meu coração parou quando vi um e-mail da minha doce Bella...


    Olá meu amoré!
    Ela sempre chamou Alice e eu assim, sempre muito carinhosa.

    Amoré, confesso não ter entendido nada você ter saído aqui de casa sem dizer uma palavra, Alice conversou comigo e só me deixou mais confusa.
    Mais amanhã cedinho prometo ir até você. Amo-te de coração Ed, nos conhecemos desde que o mundo é mundo pra mim. Ainda não entendi como pode esconder isso assim. Pensei que confiasse em mim...
    Sei que amanhã ficaremos mais tranqüilos...

    Beijos pra minha FERA.

    Bella.


    Espera então ela já sabia? E não estava brava comigo por amá-la em silêncio? Se eu pudesse me socaria por ser tão precipitado e covarde. Foi ai que entendi a burrada que eu tinha feito por ter sido tão irracional. Fechei meu notebook sem nem ao menos escrever algo para Alice, deitei na cama e pensando em como tudo poderia terminar adormeci.


    PDV – BELLA

    Depois de ter escrito o e-mail para o Ed, confesso que fiquei mais aliviada. Acordei até mais disposta, passei pela cozinha dei um beijo em meus pais e como ainda estava de férias liguei pra Alice a fim de conseguir a ajuda da minha pequena fadinha pra resolver o lance com meu amiguinho a FERA.


    - Alô – atendeu minha fadinha

    - Oi amoré!

    - Bells já cedo acordada?

    - Sim amiga, eu preciso de sua ajuda.
    - Pode falar florzinha. – minha fadinha sempre muito carinhosa.

    - Alice, eu pensei muito no que aconteceu ontem e preciso de sua ajuda pra falar com a minha FERA, a fim de esclarecermos as coisas e colocarmos tudo em pratos limpos.

    Um silêncio do outro lado...

    - Cri Cri - *risos*- Dá pra ouvir os grilos.

    - Alice, ainda esta aí?

    - Sim Bells, mas as noticias não são boas.

    - Porque amoré, não me deixe preocupada, aconteceu alguma coisa?

    - Quando cheguei a casa ontem o Ed já havia partido pra Harvard.

    - Alice ele não fez isso comigo... – Falei desapontada.

    - Desculpe Bella, também não acredito.

    Sentindo minha garganta apertar, eu fui sarcástica e falsa com minha melhor amiga.

    - Melhor assim não é mesmo, nunca daríamos certo. (agora vem à parte verdadeira) Passei a noite pensando em como seria nossa conversa, pensei em dar uma chance ao meu coração, mais acho que nossa amizade é maior e melhor, não concorda Alice?

    - Não – Ela disse sem pensar duas vezes. - O que acho mesmo Bells é que vocês nasceram um para o outro, mais não podemos voltar ao passado e mudar o que se passou.

    - Também acho Alice, não posso negar que na minha memória sempre estará minha festa de 17 anos.
    - Que bom Bells, só de saber que marquei sua vida eu fico super feliz. – Parece que eu esta falando do Ed e não da performance de Alice. Ok minha fadinha sempre vê o lado que ela quer das coisas.

    - Você sempre marcara vidas, amiga... – Eu não contaria a ela agora não é mesmo?

    - Thanks Bells, amo você amiga.

    - Também te amo amoré. Agora preciso ir ok?!

    - Ok Bells até mais.

    - Até mais Alice.

    Ao desligar tentei assimilar tudo, confesso que estava meio perdida, em dois dias eu havia encontrado minha FERA e perdido.

    Ed foi realmente inseguro.

    Nos dias de férias que se passaram tentei entrar em contato com ele, mais foi em vão.
    Alice chegou a me dizer que ele havia ligado pra casa, mais coisa rápida e não havia tocado no meu nome.

    Decidi que seguiria minha vida e esperaria o destino completar sua missão. É claro que perguntas ecoavam e permaneceriam.

    - Porque eu nunca havia percebido nada? Por que alguém que diz amar foge sem explicações? Como seria a partir de agora? Como eu o encararia? E PORQUE EU DESCUBRO AGORA QUE AMO MEU MELHOR AMIGO?

    Edward se escondeu de mim ou do seu sentimento? E só ele poderia me responder o que fez ao vestir a máscara do amor?


    Gra

    Amores não me matem, por favor! Estou com vontade de ir pessoalmente buscar ele de volta viu....rsrsrsr.
    Muitas loucuras estão pra acontecer.
    Estejam comigo garanto que a faculdade pode mudar tudo! Ops!!!!
    Uhuuullllll, espero vocês no cap 3.
    Vai ser maravilindooooooooooooooooooooooooooo.

    Olá corujinhas!!!!
    Gostaria de agradecer a todas vocês pelo carinho e por estarem sempre comigo. Quero que saibam que vocês são muito importantes e esta fic esta aqui hoje porque vocês existem. E agora então hein meninas com nosso fórum no ar estamos ganhando o mundo e logo logo, nosso site estará na ativa.

    *Momento Coruja*

    Nunca me cansarei de agradecer as minhas irmãs TDG.
    Deah e Teh, vcs sempre me apoiaram e me deram ups de ânimos, ter vcs em minha vida flores é simplesmente um presente de Deus.
    Gica, minha coruja mor, tenho algo a te dizer que é muito importante.
    - Embarque nesse carrossel... (desculpem só ela pra saber o resto, e o Didi mais esse já esta dormindo...rsrsrs) obrigada flor, sem você e suas mensagens eu jamais agüentaria a pressão. Amigas como vc é difícil de se encontrar.
    Roger, amore você é demais, minha biba única.
    KK (minha Cunhamiga) você é demais, nunca imaginei que na net, irmãs virtuais, existiam, e com vc e as corujinhas tudo se realizou.
    Denize , diga-me florzinha o que seria de mim sem você heim? A Gica arruma filhas e eu ganho sobrinhas!!!!
    Gaby, ow my, vc sabe q sou a favor do amor né? (espero que tenha entendido o recado.....rsrsrsrs) Obrigada por corujar comigo amore.
    Bruh (mamãe do ano) adoro esses hormônios a mil, nos faz corujar e rir muito.
    July, se não fosse seus momentos de sensatez não sei o que seria das corujinhas.
    Dêh Santana, Duda Cullen, Naty Cullen, Shel , Mel, May, Nic, Mahh, Josy, Letícia amore tanks por aparecer por aki florzinha (será que já estão vendendo pra assistir Eclipse? Kkkkk) e anônimos
    Amo, vcs, fazerem parte da minha historia.
    Obrigada pelas noites via msn da vida!!!!!!!! (nunca vou me cansar de agradecer as madrugadas que corujamos)
    Espero ter lembrado de todas, e se não lembrei me cobrem, estarão no próximo.
    Comentem por favor, vcs são o futuro da fic.
    • Preciso saber o que acharam.....rsrsrsrs *SEMPRE*
    AMO AMO AMO SEMPRE

    NOTA DA DEAH:

    E aí guriassssssss do meu coração, gostaram???????? Eu sei que a Bella é muito burra, uma topeira ambulante, afinal de contas ainda ter dúvidas que sua FERA era o Ed... Aff... E olha que ela nem é loira!!!!! kkkkk!!!!!Brincadeirinha guriassssss, esta mortal que vos fala é oxigenadaaaaaaa!!!!!kkkkk!!!!!!

    Então eu peço do fundo do coração que vocês comentem muitooooooooo!!!!!!! Vamos fazer a Gra se empolgar tantoooo que não vai parar de escrever suas loucuras que tanto amamossssssss!!!!!!!Uhuuulllll!!!!!!

    Gra, minha pimpolhaaaaaaaaaaaa!!!!! Te amo muitãoooooo!!!!!!!!Amoooo betar sua fic amigaaaaa!!!!!!!

    Beijinhossssss especiais pro TDG foreverrr e pra corujinhas de plantão!!! O site está incrivelllllllllll!!!!!!!Você não se cadastrou pra corujar?!!? Não perca tempoooooooo... O link é: http://clubedascorujinhas.forumeiros.com

    E agora vou deixar de lero-lero e de encher os picuás (saco) de vocês e terminar de escrever Connection!!!!!!kkkkk!!!!!!!

    Beijinhosssss no corações twilightlovers de plantão!!!!!
    Deah
    avatar
    july crepusculo

    Mensagens : 4
    Data de inscrição : 28/01/2010
    Idade : 34
    Localização : RECIFE - PERNAMBUCO

    Re: Cap 2 - O Beijo e a Fuga

    Mensagem  july crepusculo em Sab Fev 06, 2010 1:52 am

    NAO PELO AMOR DE DEUS
    A BELLA NÃO É TABADA ELA
    É DEMENTE MINHA NOSSA
    COMO ELA NÃO PERCEBEU
    QUE ERA O EDWARD POXA
    MAIS ELE TAMBEM FOI
    COVARDE MESMO EM
    SAIR DESSE JEITO E
    AINDA MAIS SEM FALAR
    COM NINGUEM.

    MAIS SEI QUE ESSA MARAVILHA ESCRITO
    VAI NOS SURPREENDER MUITO COM ESSA
    HISTORIA GRAAAA QUERIDA PARABENS
    A FIC ESTA PERFEITA VOCE MERECE
    MUITO MAIS MUITOS ELOGIOS
    E ESTAMOS LOUCAS PARA VER O SITE
    BEIJAO CORUJINHA. Very Happy

      Data/hora atual: Qua Set 19, 2018 10:54 pm